13 de novembro de 2008

Anatomia arterial dos membros inferiores


Resumo de texto extraido da apostila do Programa de Atenção ao Portador do Pé Diabético, desenvolvida pela Espécial- Clinica dos pés - Dr.Jackson Kaiafa

A irrigação do membro inferior é atribuida à tres artérias de apreciável tamanho. Duas (as artérias glúteas superior e inferior) estão confinadas à região glútea. O vaso responsável pela irrigação da parte livre do membro é a artéria femoral, continuação da artéria ilíaca externa, sendo que esta deriva o sangue da aorta abdominal através da artéria ilíaca comum, ramo terminal da aorta.


Artéria femural: começa logo atrás do ligamento inguinal, a meio caminho entre a espinha ilíaca ântero-superior e a sínfise púbica, medialmente ao nervo femural e lateralmente à veia femoral. Quatro a cinco centímetros após sua origem, a artéria femoral bifurca-se dando origem à artéria femoral profunda, que irriga a loja posterior da coxa e continua-se como artéria femoral superficial. Esta desce pela parte interna da coxa terminando no músculo adutor magno, na junção do terço médio com o terço inferior da coxa, local onde começa a artéria poplítea. No terço médio da coxa, a referida artéria está contida em um canal aponeurótico denominado canal adutor(canal de Hunter).


Artéria poplítea: origina-se da artéria femoral, desce passando por trás da articulação do joelho e através da fossa poplitea. Neste nível ela dá origem à artéria tibial anterior.


Tronco tibiofibular: 3 cms após a sua origem dá inicio à artéria fibular e continua como artéria tibial posterior.


Artéria tibial posterior: desce pela face tibial da perna e no terço distal tem seu trajeto por trás do maléolo interno. Ela bifurca-se em seus ramos terminais ( artérias plantares medial e lateral). As artérias plantares se anastomosam formando o arco plantar do pé do qual se originam as artérias digitais plantares, responsáveis pelo suprimento arterial dos pododáctilos.


Artéria tibial anterior: origina-se na artéria poplítea a região posterior do joelho, desce aproximando-se da tíbia e na parte inferior se superficializa e continua como artéria dorsal do pé.


Do arco dorsal do pé emergem as artérias digitais dorsais que juntamente com as artérias digitais plantares, são responsáveis pela irrigação dos pododáctilos.


Artéria fibular: desce pela face fibular(lateral) da perna e termina em pequenos ramos ao nível do tornozelo.



Comemorando o Dia Mundial do Diabetes: 2009


"Fotos com luzes azuis."
Minha filha tirou essa foto que ficou linda! De dentro do corredor de vidro do Shoping Plaza em Niterói, o Teatro Municipal de Niterói.